Guia Gastronômico - A estação mais quente do ano sugere comidas leves

De Doisac
Ir para navegação Ir para pesquisar

Capa gastronomiafevereiro2009paginaum.JPG

Guia Gastronômico

  • Data de Publicação: 20 de fevereiro de 2009



Guia Gastronômico

A estação mais quente do ano sugere comidas leves

  • Do exótico ao natural: Pratos revelam sensações
  • Perdição: Chocolate e outras delícias são pecados que têm perdão


Gastronomia de Verão

Mistura de sabor e saúde é a melhor pedida

O verão está aí, e com ele, chegam as férias, a diversão, a praia e o descanso. Mas na estação mais quente do ano, relaxar com a alimentação é uma fria! Nesta época, onde o corpo está em evidência, é fundamental manter certos hábitos em prol da saúde e da beleza. Ciente desta importância, o Guia Gastronômico traz saborosas dicas para manter seu corpo em forma e saudável neste verão. Ao longo desta edição, delícias naturais enchem as páginas de saúde, mas sem esquecer dos sabores, é claro. Agora é valorizada também a beleza dos pratos. Cheios de cores e texturas diferentes, não só o sabor chama a atenção, mas outros atrativos como a distribuição do prato e os diferentes ingredientes despertam o apetite. Estas misturas provocam os sentidos e revelam paixão, ousadia e outros sentimentos: são pequenas e inesquecíveis experiências sensoriais. Não dá para perder. Comer bem é sempre uma boa pedida.


Salada de frangofotoumpaginadois.jpg

Uma apetitosa salada de frango se enquadra nesse perfil saudável e colorido.

Créditos: Divulgação.


SALADA TROPICAL DE FRANGO


Ingredientes:


  • 100g de peito de frango cozido (100 kcal.)
  • 30g de passas (87 kcal.)
  • ½ maçã picada (32 kcal.)
  • 01 fatia de abacaxi (50 kcal.)
  • ½ copo de iogurte desnatado (42 kcal.)
  • ½ cenoura ralada (37 kcal.)
  • suco de ½ limão (6 kcal.)
  • 02 colheres de sopa de ervilhas frescas (30 kcal.)
  • Total: 350 kcal.


Preparo:


Coloque os pedaços de maçã no fundo do prato. Por cima, coloque as ervilhas, o abacaxi e a cenoura ralada. Depois acrescente o frango cozido e o iogurte desnatado.


Tudo de bom

No próximo 12 de abril é comemorada a Páscoa. Apesar de um pouco distante, a data já gera ansiedade. E não só nos pequenos. A criançada não abre mão dos ovos e coelhos de chocolate, mas tem muito adolescente e adulto na expectativa pelas guloseimas. Ninguém resiste à iguaria, cuja matéria prima, o cacau, era considerada entre os maias e astecas um alimento dos deuses. Se o feriado mais doce do ano se aproxima, é hora de aproveitar o tempo que resta para começar a testar as receitas que vão encher os olhos de todas as idades. Algumas dicas você confere neste caderno. Mas sejam quais forem as receitas escolhidas, o que não se pode perder é o desejo de apreciar.


Foto chocolatetudodebompaginadoisfotodois7.jpg

Créditos: Divulgação.



Doce Calor

O verão também pede sabor

Não é por ser verão que você precisa abdicar de doces e outras delícias. Versões um pouco mais leves das tradicionais receitas caem super bem nestes dias quentes. Ciente desta situação, a Ki-delícia de Agudo possui opções que caem na graça de todos. Uma das dicas de Fabiana Temp é o Petit Gâteau de limão. O saboroso bolinho de chocolate envolto por uma casca crocante é recheado com um cremoso mousse da fruta. Não há quem resista! Mas tem mais uma alternativa para ser apetecida na estação e até ser testada para a Páscoa. Trata-se da Maria Luíza. Isso mesmo! A torta tem um nome e a confecção é tão cuidadosa que, ao que tudo indica, a dona Maria Luíza é capaz de reunir toda a família na cozinha. O doce traz o chocolate branco e não o preto como um dos “protagonistas”. Não dá para deixar de experimentar.



Torta Maria Luíza

  • Camada de Pão de Ló Amarela
  • 04 ovos bem batidos com 05 colheres de açúcar. Para preparar, retirar a mistura da batedeira e adicionar 05 colheres de farinha peneirada, misturando tudo levemente com a colher.
  • Camada de Pão de Ló de Chocolate
  • Repetir o processo da Camada de Pão de Ló Amarela, mas acrescentando 02 colheres de chocolate em pó peneirado e ½ colher de fermento em pó no feitio.
  • Papo de Anjo
  • 06 gemas e 03 ovos inteiros muito bem batidos, inserindo, por último, 03 colheres de maizena peneirada. Levar ao forno bem quente por cerca de 10 a 15 minutos.

Calda

  • 02 xícaras de açúcar e 02 xícaras de água com 03 cravos da índia.

Mousse Branco

  • 01 colher de sopa de gelatina em pó sem sabor, 250g de chocolate branco, 01 lata de creme de leite, 04 claras em neve e
  • 04 colheres de sopa de açúcar.

Para preparar : Aquecer o creme de leite em banho maria, derreter o chocolate branco picado e mecher até obter um creme bem homogêneo. Em seguida, bater as claras com o açúcar e, depois de bem batidas, misturar a gelatina dissolvida em uma xícara de café no banho maria e mais o creme de leite com o chocolate. Depois, fazer mais um mousse igual a este e, colocar ambos em formas redondas de número 26, forrada com plástico e levá-los para a geladeira por 01 ou 02 horas.

Praline de Nozes

  • 100g de nozes picadas, 04 colheres de açúcar e ½ colher de manteiga. Levar tudo ao forno até ficar solto, sempre mechendo.

Montagem

  • Camada de Pão de Ló Amarela
  • Leite condensado cozido com ameixa preta por cima
  • Camada de Pão de Ló de Chocolate
  • Nata batida com praline de nozes
  • Papo de Anjo
  • Nata batida
  • Mousse branco
  • Cobrir e decorar com merengue, praline de nozes e raspas de chocolate.


Foto tortasfotoumpaginatrestortascomreceitas.jpg

Luízas, Joanas, nãoimporta o nome da torta. O importante é deliciar-se.

Créditos: Divulgação /stock


Uma pitada de diversidade e um tempero de saúde

Almoçar no Restaurante do Mário já é tradição em Santiago. A qualidade e o sabor dos pratos fazem do almoço diário um grande evento no dia-a-dia. Este saboroso hábito é incrementado no verão. Com o aumento da temperatura, aumentam também as opções. Mais variações de saladas e frutas, assim como pratos mais leves, com grelhados e peixes, deixam ainda mais saudável o bufê do Mário.

Tradicionalmente conhecido pelo bom atendimento e o cuidado especial com os alimentos, o Restaurante do Mário preocupa-se com a escolha e a conservação dos produtos que serve em seu bufê. Segundo Elisabete Palmeiro Walter, proprietária do restaurante, “os cuidados principais são na escolha dos alimentos, para assegurar a qualidade, e o uso do bufê gelado para saladas e frutas”. Também as sobremesas são deliciosas, destacando-se, nesta época do ano, os sorvetes e saladas de fruta.


DSC00358fotoumpaginatresbuffetmario.JPG Foto salada de frutafotodoispaginatrescomadois.jpg

Opções diversas no almoço e uma sobremesa regada a frutas e sorvete é uma combinação perfeita. A delícia é fácil de elaborar em casa e, se decorada, pode render uma opção especial.

Créditos: Divulgação


Os segredos à mesa

Saúde com aroma e gosto tentadores

Para os chineses, a culinária é muito mais do que uma atividade diária. É considerada uma arte. O preparo de seus pratos pode incluir técnicas complicadas, baseadas em duas filosofias: o Confucionismo e o Taoísmo. O primeiro estabeleceu padrões de etiqueta à mesa e de aparência e sabor à comida. Por isso, a perfeita mistura de ingredientes, ervas e condimentos, busca a harmonia entre aroma e gosto. O outro, por sua vez, se baseia em alimentos que tragam benefícios à saúde. Não é à toa que a culinária chinesa aos poucos conquistou o mundo. Até a nossa cidade cultura se orientalizou um pouco. Segundo a proprietária do restaurante Beijing, que está há 12 anos no Monet Plaza Shopping, Miriam Zeilmann, o colorido e o lado místico da comida oriental faz sucesso por aqui. E ela indica um prato, que além de manter a tradição chinesa, é próprio para o verão: o Frango ao molho Curry. A especiaria de origem indiana agrada ao olfato e ao paladar, mas também possui propriedades capazes de prevenir o Mal de Alzheimer, doença degenerativa no cérebro, que, entre outros sintomas, causa perda de memória e da razão.



Frango com Curry


Foto beijingfrangocomcurrifotoum.jpg


Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann


Ingredientes:

  • 200g de peito de frango cortado em cubos
  • 160g de legumes (cebola e pimentão nas cores verde e vermelha)
  • Champignon
  • Broto de Bambu (possui propriedades anticancerígenas, além de ser bioativo e rejuvenescedor)
  • 0,30g de curry
  • Sal e shoyo a gosto
  • Amido

Preparo:

Temperar o frango com sal, passar na maisena e fritar. Em uma panela, preferencialmente do tipo Wok (tacho), junte 500 ml de água, shoyo e os demais ingredientes. Deixe ferver e engrosse com amido até ficar mais encorpado.


Despertando sensações

Tudo que é diferente chama a atenção. No caso da comida, especialmente, além do intuito primordial de saciar a fome, ela é um dos mais concretos estímulos para aguçar os sentidos. Prova disso é que, como dizem por aí, primeiro comemos com os olhos. Provavelmente, depois, com o nariz. Mas se visual e aroma mechem com a cabeça das pessoas, imagine o paladar! É ele que comprova a veracidade da imagem e do cheiro. O conjunto é uma combinação cheia de sensações: sabores e aromas capazes de conquistar e surpreender. E, alguns ingredientes, inclusive, são elementos que apimentam a vida e as relações – são os conhecidos afrodisíacos. A receita que o Guia Gastronômico apresenta nesta edição, sucesso no Maccherone Trattoria, traz maçãs, canela, cravos, pimenta e gengibre, fazendo bem ao coração, ressaltando o sabor, desintoxicando e estimulando, respectivamente. Sempre presente no Dia dos Namorados e aos finais de semana no restaurante, a Maçã Afrodisíaca é tradicional e tem tudo para ser testada em casa e tornar-se uma aliada na hora do romance.


Maçã Afrodisíaca


Erro ao criar miniatura: arquivo não encontrado


Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann


Ingredientes:

  • 10 maçãs minis
  • 500 ml de água
  • ½kg de açúcar mascavo
  • 02 canelas em rama
  • 02 colheres de chá de gengibre picado
  • 05 cravos da índia
  • 15 grãos de pimenta preta

Preparo:

Furar as maçãs com palito de dente. Em seguida, fazer uma calda com os demais ingredientes e cozinhar as maçãs na calda por uns 20 minutos. Para finalizar, decorar com ramos de canela e pimenta vermelha.


Praticidade

A história conta que o pastel é uma receita que tem origem em dois países totalmente distintos: Portugal e China. Os jesuítas, acompanhando os portugueses até o oriente, teriam copiado a receita dos chineses e adaptado a massa, usando ovo ao invés de arroz. Mas seja qual for a história, uma coisa é certa: a refeição é sinônimo de praticidade e pode ser um bom motivo para reunir os amigos. Segundo Andreara Knebel, gerente do Di Pastellis, no Monet Plaza Shopping, o prato é saboroso e prático por não demandar muito tempo na confecção. Para os dias quentes, Andreara sugere uma opção de pastel assado. Ele é mais leve que o frito e corresponde em cheio o perfil da estação.


Pastel assado de carne


Foto di pastellispastelassadodecarnefototrespaginaquatro.JPG


Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann


Massa:

  • 2,5 kg de farinha de trigo
  • 0,025 ml de sal
  • 0,025 ml de fermento biológico seco
  • 01 colher de sopa de óleo
  • 0,500 ml de água

Preparo

Misturar os ingredientes sólidos e depois os líquidos. Em seguida, sovar bem a massa e, logo após, retirar pequenas porções e esticá-las, as deixando com espessura em cerca de um a dois centímetros.

Recheio

  • Carne moída, sal, óleo, tomate e cebola.

Preparo

Fritar bem a carne, acrescentar os temperos e deixar secar (é importante que o molho fique bem sequinho).

Montagem

Após esticar a massa na espessura sugerida, espalhar sobre a metade uma porção de catupiry, acrescentar o recheio e queijo mussarela à gosto. Depois, fechar o pastel e pincelá-lo com gema de ovo, levando ao forno por cerca de 20 minutos.

Dica: O recheio também pode ser substituído por uma opção doce. Tiras de goiabada ficam uma delícia.


Sanduíche também pode ser sofisticado

Nem os sandubas escaparam. A gastronomia voltou os olhos para eles e hoje as simples fatias de pão recheadas de presunto e queijo, ganham a cena, ganhando versões com pães especiais e ingredientes característicos dos pratos principais, aqueles “primos ricos” que comparecem no cardápio de restaurantes requintados. É o caso do sanduíche quente sírio do Quick Burger, indicado pela gerente Andrisa Pinto. Leve e de aroma irresistível, é motivo para despertar o apetite de qualquer um. E o mais interessante: a aparência é tão atraente que tem mesmo cara – e gosto – de um prato charmoso.


Sanduíche quente sírio


Foto quick burgerfotoquatropaginaquartroquickburger.JPG Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann


Ingredientes

  • 01 pão sírio
  • Maionese
  • 50 g de Rosbife
  • Queijo mussarela ralado
  • Tomate seco
  • Vinagrete (opcional)
  • Azeitona verde para decorar

Preparo

  • Corte o pão ao meio, passe maionese e coloque o rosbife. Tempere com vinagrete e acrescente o queijo e o tomate seco.

Depois, feche o pão e coloque 1min e 30seg ao microondas. Sirva quente.


Comida de mãe

Não adianta esconder: todo mundo gosta mesmo é de comida de mãe. O fato, na verdade, é que homens e mulheres modernos, que circulam por aí, com a vida atribulada e carga horária de trabalho lotada sentem saudade dos momentos em que o cheiro do feijão da mãe chamava os filhos da brincadeira no quintal de casa; de quando o risoto da tia era motivo para reunir todos os primos e; quando o churrasco do avô era sinônimo de folia no domingo. Talvez, por isso, a lembrança também seja uma das mais nobres sensações despertadas em um prato. E para se conseguir isso tem de se ter um dom especial. É o caso do Dom Caudilho. O restaurante consegue trazer para a Praça de Alimentação de um shopping os prazeres e delícias caseiras. E não poderia ser diferente. O cheiroso e saboroso feijão, os grelhados, o colorido do risoto e dos carreteiros, além de saladas com ingredientes típicos da culinária gaúcha comprovam: comida boa é aquela que desperta coisa boas nas pessoas. E dom igual a esse nem todo mundo tem.


Foto dom caudilhocomidademaepaguinacinco.JPG

Quem dera foto tivesse aroma: Comida campeira e caseira é aquela que aroma e sabor são inconfundíveis e irresistíveis.

Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann


Pecados com perdão

Impossível resistir à tentação da gula

Na maioria das vezes, as pessoas consideram a gula o pecado de comer excessivamente e mais do que necessita. Mas as possibilidades da gastronomia moderna são tantas que não tem como resistir a certas delícias e nem se contentar com apenas uma colher ou pedaço delas. Um bufê colorido, variado e convidativo não tem como passar desapercebido. E, sem dúvida, justifica o crime gastrônomico de qualquer um. É o caso do Restaurante e Pizzaria Bella Trento. Com diversas opções de pizzas, sendo 25 delas doces, fica difícil controlar a vontade de consumir o que a gastronomia tem de melhor: recheios de dar água na boca.

A verdade é que se não há como evitar a tentação, o melhor é aproveitar sem culpa. Um exemplo tentador e irresistível é a pizza Da Casa. Molho doce, chocolate preto, coco, bombom, morango, flocos de arroz e chocolate granulado são os responsáveis por tirar até mesmo a mais policiada pessoa da dieta. E depois de deliciar-se, não vale sofrer achando que agiu errado. De acordo com os responsáveis pelo restaurante, estamos num período de férias e numa estação que caracteriza a diversão. Deixar-se levar pela gula é possível, desde que soubemos equilibrar os desejos optando por uma alimentação saudável ao longo dos dias de semana, por exemplo.

Felizmente, Santa Maria é privilegiada nesse sentido. O Bella Trento dosou saúde e sabor e achou a receita certa para fazer com que a qualidade de vida também desperte a vontade de comer. O restaurante oferece ao meio dia um bufê variado e com muita salada. Algumas delas são exclusivas em Santa Maria. Elas foram inspiradas na culinária paulista e adaptadas pela cozinheira responsável. A salada de laranja, abacaxi, salsa e uvas passas (destaque na foto), é uma destas receitas que favorece a saúde e satisfaz o paladar.


Foto saladafotoumpaginaseissaladagula.JPG

É difícil de acreditar, mas as saladas que sempre representaram um item fora da lista daqueles que têm o desejo de cometer o pecado da gula, agora também atraem os gulosos.

Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann


Foto pizzapaginaseisfotodoispizzaguladoce.JPG

Os ingredientes irresistíveis fazem da pizza uma verdadeira perdição.

Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann


Pastel para todos os gostos

Com mais de vinte sabores, e inúmeras combinações, o Pastelão é sucesso quando a pedida é pastel. O pecado da gula pode vir em dois tamanhos: delícias médias e grandes. Uma outra opção é o “pastel misto”, que pode ter o recheio alterado pelo gosto do cliente. Ou seja, intermináveis são as opções para deliciar-se. Assados ou fritos, são todos grandes sucessos da pastelaria. O mais procurado pastel, da deliciosa e imensa lista de possibilidades, é o pastel de quatro queijos e strogonoff. Misturando vários sabores, o pastel é o mais pedido! Traz queijo mussarela, provolone, catupiry e parmesão, combinados com o sabor típico do strogonoff, o pastel é a pedida certa para os gulosos de plantão.


IMG 1305pastelparatodososgostospaginaseis.jpg

Para os gulosos de plantão, tem pastel para todos os gostos.

Créditos: Arquivo Pastelão.


VARIEDADE

Beleza tem gosto e lugar

Um ambiente iluminado, tranquilo e espaçoso, um aroma convidativo e um colorido surpreendente no bufê. Essas são apenas as primeiras constatações sobre o restaurante Via Gastronômica, localizado na rua Cidade de Treinta y Três, no SEST/SENAT. Mas tem mais: a gastronomia atua sobre os cinco sentidos e lá a máxima é seguida rigorosamente. Se comida boa é aquela que mexe com o consumidor inteiramente, enchendo os olhos e a boca, e provocando a percepção, lá os requisitos são todos preenchidos e, como se não bastasse, uma harmonia transparente, misteriosa, delicada e elegante equilibra duas questões fundamentais: sabor e saúde. De acordo com Juliana Schuch, proprietária e nutricionista responsável, a receita que permitiu essa fórmula atual foi elaborada em 2003. E, para quem pensava que o espaço era apenas para festas e eventos específicos, não sabe o que está perdendo ao longo da semana. Toda a magia citada acima é servida diariamente, de segunda à sábado, e ainda pode ser solicitada por encomenda. Uma pitada do toque caseiro temperado com a medida certa de glamour fazem do bufê por kilo do Via Gastronômica um sinônimo da diversidade. São cerca de 17 pratos quentes, 15 variedades de salada, além dos grelhados. No sábado, o bufê chega a comportar 30 pratos quentes e, ainda, uma deliciosa e tradicional feijoada e massas diversas. A mesa de doces, outra tentação, também leva a variedade como rótulo. Com tudo isso, estacionamento gratuito, segurança, playgroud e a certeza da segurança alimentar, dada como palavra de ordem na confecção de cada detalhe, só uma alternativa: sentar, apreciar e repetir o programa sempre.


Erro ao criar miniatura: arquivo não encontrado

Para despertar o apetite: saúde e sabor.

Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann


Bom demais

Receitas Alternativas para o Verão

Salada de frutas diferente


Ingredientes:

  • 02 mamões papaia pequenos
  • 01 laranja média
  • 05 bananas
  • 02 maçãs
  • 05 morangos maduros
  • 01 pêssego
  • 10 grãos de uva (qualquer variedade)
  • 01 caixa leite condensado
  • 10 cubos de gelo
  • 1/2 colher (sopa) canela em pó

Preparo

Pique todos os ingredientes, sendo a laranja em pedaços menores que as outras frutas (depois ela solta o caldo e a salada não fica tão ácida) Em seguida, coloque tudo em um prato fundo e adicione o leite condensado, a canela em pó e o gelo, mexa por alguns segundos e leve a geladeira por 30 minutos.


Salada de Frutapaginaoitofotoumgastronomia.jpg



Sushi de Pão


Ingredientes

  • Pão de forma sem casca (daqueles maiores e retangulares, de fazer bolo salgado)
  • Maionese
  • Gergelim branco
  • Gergelim preto
  • Recheio a gosto

Preparo

Passar o rolo de macarrão na fatia de pão, para deixá-la mais fininha. Depois, colocar o recheio no centro do pão, no sentido do comprimento. Em seguida, enrolar como se fosse um rocambole. Logo após, cortar em pedaços de cerca de 3 a 4cm. Para finalizar, passar uma camada fina de maionese (ou requeijão) por fora e passar pela misturinha dos dois tipos de gergelim.

Sugestões de recheio

  • Kani, Manga, Pepino e Maionese.
  • Atum Sólido, Patê de Atum, Tomate e Azeitona.
  • Blanquet, Mussarela Light, Agrião e Maionese Light.


Erro ao criar miniatura: arquivo não encontrado



Enquete

O que você come no verão?


“Nesta estação, gosto de comer peixe, pois além de ser um prato leve e saudável, está no clima de verão e praia”.

Erro ao criar miniatura: arquivo não encontrado

Maurício Martini, publicitário.


“No verão, procuro não exagerar nas comidas pesadas. Dou preferência para frutas, saladas, iogurte e sucos variados”.


Erro ao criar miniatura: arquivo não encontrado

Maíra Bianchini, estudante de Jornalismo da UFSM.


Não mudo muito minha alimentação no verão. Gosto de comida caseira, massas, pizza, saladas, sushi, sanduíches... O que acabo consumindo mais nesta estação que nas outras são frutas e líquidos.


Erro ao criar miniatura: arquivo não encontrado

Júlia Munareto, Relações Públicas.


No verão, opto por morangos, sorvetes, sucos e saladas de vários tipos, além de muita água. Estes alimentos combinam mais com a estação por serem mais leves e saudáveis, e eu me sinto melhor.


Erro ao criar miniatura: arquivo não encontrado

Dilnéa Machado, funcionária dos Correios.