Fenarroz – Edição 1

De Doisac
Ir para navegação Ir para pesquisar

Fenarroz01.JPG

FENARROZ - Edição 01

  • Data de Publicação: 29 de novembro de 2007


Grande feira no cenário mundial. Enorme orgulho para os gaúchos.

Conheça parte da história da feira orizícola que se consagrou como a maior do Mercosul

Tradicional pelos negócios que possibilita e pelas atrações turísticas que oferece, a Feira Nacional do Arroz (Fenarroz) é o evento mais tradicional do município de Cachoeira do Sul e um dos maiores orgulhos do estado. Conhecida como o segundo maior evento orizícola do mundo e maior do Mercosul, a feira ocorre em intervalos de dois anos num estruturado parque local que leva o seu nome.

De acordo com informações disponibilizadas pela executiva da Fenarroz, o evento foi criado, inicialmente, para reunir uma festa tradicional e a crescente produtividade das lavouras de arroz numa mesma ocasião. A idéia, conforme o histórico da feira, possibilitaria, ainda, que as indústrias do setor instaladas no município ganhassem ênfase.

Na época do planejamento de sua primeira edição, emergia a oportunidade de comemorar a abertura da colheita do cereal e o sucesso da produção. Nos seus primeiros eventos, a feira apresentava mais características de festa do que de feira de negócios. Com o passar do tempo, a evolução global da economia e as exigências do setor traçaram, gradativamente, um novo perfil ao tradicional evento. A cultura do arroz passou a ser valorizada no mundo dos negócios e, com a adequação compatível ao tempo e mercado, Cachoeira do Sul foi traçando as páginas de uma história que até hoje é sinônimo de ousadia, perspicácia, cultura, beleza e criatividade.

Como conseqüência do processo de industrialização do plantio, da colheita e do beneficiamento do arroz, as grandes indústrias do setor também foram, edição após edição, tornando-se visíveis. Os fabricantes de novas tecnologias passaram a procurar a feira de Cachoeira do Sul como uma oportunidade de negócio. Atualmente, as maiores empresas do setor orizícola do Brasil e de vários países do mundo reservam suas melhores máquinas, equipamentos e implementos para apresentarem aos clientes durante a Fenarroz.

Indústrias do mundo inteiro reconhecem a Fenarroz como referência universal para o mercado orizícola

Após 65 anos de sua criação e 14 edições de sucesso, a Fenarroz é uma referência universal para o mercado orizícola. Considerada o segundo maior evento do ramo em todo o mundo, ficando atrás somente de uma feira realizada em Nice, na França, a feira é assim reconhecida pela Food and Agriculture Organization (FAO), órgão voltado para a agricultura para as Nações Unidas.

Segundo o presidente do evento, Érico Razzera, cerca de mil pessoas são mobilizadas para a realização do evento. “O engajamento e o comprometimento de cerca de mil pessoas com o trabalho para garantir um bom serviço a um público em média de 200 mil pessoas, que visitam a feira a cada edição, é uma marca do nosso evento”, salienta ele.

DSC00876.JPG
Luiz Alberto Silva, vice-presidente geral da Fenarroz (esq.) e Érico Razzera (dir.), presidente da feira, com as esposas, Luzia Miranda Silva e Mariângela Razzera, respectivamente.

Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann.

Show de beleza e diversão marca a eleição do trio de soberanas da 15ª Feira Nacional do Arroz

Do nervosismo, às lagrimas: Momentos de emoção são destaque na escolha das belas da Fenarroz

Um festival de som e luzes. Dezessete belíssimas jovens. Público animado. Faixas e cartazes coloridos. Sorrisos por todos os lados. Esses foram os ingredientes da tradicional receita de sucesso do evento mais esperado do ano em Cachoeira do Sul: A eleição do trio de soberanas que representa a feira nacional do arroz com destaque no cenário nacional e internacional. O espetáculo aconteceu no sábado 19, no Ginásio Arrozão, e ficou por conta de um colorido a laser e neon que acabou se misturando com a beleza contagiante das loiras, morenas e ruivas que, na passarela, provaram que a beleza gaúcha é mesmo um dos nossos pontos fortes.

No palco, antes mesmo do início do desfile, a beleza já ganhava espaço. A exposição de trajes utilizados pelas rainhas da festa abrilhantou o evento e relembrou a história das edições anteriores. Sérgio do Erre, conhecido pelo também tradicional concurso Garota Verão, apresentou a festa e narrou cada momento de emoção do evento, despertando no público euforia e ansiedade até a tão esperada divulgação do nome da rainha.

Quem acabou escutando o seu nome na voz do narrador e levou a coroa foi a linda morena que representara a Sociedade Rio Branco, Mariana Amaral. Depois de 90 dias de preparação em uma cansativa maratona de estudo, desfiles e entrevistas, a jovem não escondeu a alegria ao vencer a disputa com as outras 16 candidatas. “É impossível eu descrever agora o que senti ao ouvir meu nome. Só posso dizer que é muita emoção e responsabilidade representar um evento desse porte. Mal consigo acreditar ainda”, falou a bela com lágrimas nos olhos, em entrevista concedida à Zero Hora.

Renata Flores Streit e Camila Ruschel Kelling conquistaram o título de princesas e também fizeram bonito na disputa. As belas se destacaram pela naturalidade e desenvoltura no palco. Entre as revelações feitas à imprensa, Camila, representante do setor jovem da Liga Feminina de Combate ao Câncer (LFCC) e do salão de beleza Espelho Mágico, não esqueceu das companheiras: “Todas nós realizamos um sonho hoje. Ser eleita é incrível e faz parte desse sonho. Todas as candidatas são muito bonitas e cada uma de nós contribuiu para o brilho dessa festa tradicional.”

Compartilhando da mesma opinião da princesa eleita, o vice-presidente geral da Fenarroz, Luiz Alberto Silva, atribui o sucesso do evento às jovens. “Toda uma estrutura é montada. Muitas pessoas se envolvem, investindo trabalho e esforço para todo esse glamour visto pelo o público, mas sem dúvida, a vitória é das meninas. Há algum tempo elas vem se preparando para o espetáculo”, enfatiza ele.

Enquanto a comemoração rolava entre as jovens, torcida de amigos e familiares, o presidente da Fenarroz, Érico Razzero, vibrava com o resultado de sucesso. “A executiva da Fenarroz e todos os envolvidos só tem a se emocionar com a alegria do público. Somos um dos poucos que ainda contempla a escolha tradicional das soberanas e muito trabalho desencadeou o show de beleza na passarela e o de música, que contagiou a comunidade. São dois shows, ressaltou o presidente nos momentos finais do evento.

P1010008.JPGP1010125.JPG
Beleza e cores compuseram o cenário da festa.
Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann


P1010166.JPGP1010180.JPG
Mariana foi só sorrisos ao receber o cedro de soberana.
Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann


P1010190.JPG
As eleitas: (da esq. p/ dir.) Renata Streit, Mariana Amaral e Camila Kelling.
Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann


DSC00872.JPG
A Rainha Kelly Malmann e as princesas Laís Bicalho e Joana Nicola, da 14ª Fenarroz, despediram-se na festa.
Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann

A festa das torcidas

Torcida faz show à parte na eleição das soberanas

Com o Arrozão lotado pela comunidade Cachoeirense, enquanto as belas davam um show na passarela, nas arquibancadas a torcida fazia a festa e seus confetes e cartazes coloriam o ambiente. A torcida agraciada pelo prêmio de melhor torcida do evento agitou a arquibancada e comemorou por um motivo especial: A candidata Renata Streit conquistou o título de princesa.

P1010041a.JPG
A torcida vencedora fez barulho e teve mais um motivo para comemorar: A sua candidata foi uma das eleitas.
Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann

Intervalo inesquecível

Confira os destaques do show do grupo Nenhum de Nós na festa das soberanas

Na noite do show de beleza das candidatas ao título de soberanas da próxima edição da Fenarroz, o espetáculo de graça, simpatia e desenvoltura, ganhou um brilho especial: O show do grupo Nenhum de Nós.

O Ginásio Arrozão, já em êxtase na expectativa pela escolha da soberana da maior feira orizícola do Mercosul assistiu, após o desfile coletivo e individual das beldades, um show de luzes e boa música. Ao delírio, a platéia cantou com Theddy Corrêa, vocalista da banda, a letra de canções memoráveis.

Melodias e letras clássicas da banda como “Astronauta de Mármore” embalaram o público, que na despedida do grupo pediu “bis”. Atendendo ao pedido, os músicos retornaram ao palco e fizeram do intervalo da escolha das soberanas mais um momento inesquecível do evento.

P1010119.JPGDSC00879.JPG
Show de luzes e músicas inesquecíveis abrilhantaram o evento de escolha das soberanas da 15ª Feira Nacional do Arroz.

Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann.

Nenhum de Nós faz sucesso em Cachoeira do Sul

Como a maioria das bandas de rock, o Nenhum de Nós começou por amizade. É uma amizade antiga, de colégio, segundo os músicos. Em 1986, Carlos Stein, Thedy Corrêa e Sady Homrich resolveram montar uma banda. O rock nacional estava em alta e o ânimo destes três porto-alegrenses também. Os músicos foram “descobertos” pelo empresário Antônio Meira, durante uma apresentação na praia de Imbé. De fita Demo em punho, “Tonho” (como é chamado) começou a contatar gravadoras. Já em 1987, com muita sorte e trabalho, estavam em São Paulo gravando o primeiro disco pelo selo PLUG.
Fonte: www.musicatri.com.br

As expectativas para o evento

A 15ª Feira Nacional do Arroz acontece de 24 de maio a 01 de junho de 2008. Conforme as informações disponibilizadas pelo presidente Érico Razzera, a idéia é continuar como uma feira voltada para os negócios, mas sem deixar de lado o entretenimento aos visitantes. O presidente contou, em entrevista concedida à equipe da Zero Hora, que a executiva da feira já demonstrou que é possível garantir bons negócios com o evento. A expectativa para a próxima edição é uma maior participação de empresários do exterior e o tradicional sucesso de público.

Social

Confira as presenças ilustres da festa

Fenarroz01-1.JPG
Aldo Strelow, Revendedor da Nova Schin, e Rosa (à dir.) com casal de amigos.

Fenarroz01-2.JPG
João Ricardo Tavares, Promotor de Justiça e pai da rainha eleita com familiares.

Fenarroz01-3.JPG
Paulo Figueiró e Helena da Rosa com amigos.

Fenarroz01-4.JPG
Luiz Paulo e Ana, membros do Roctary Integração Cachoeira do Sul.

Fenarroz01-5.JPG
Edson Moraes, Diretor do Núcleo de Divulgação da Fenarroz, e a esposa Marisa.

Fenarroz01-6.JPG
Mário Ilha, ator, e a namorada Pámela Moraes.

Fenarroz01-7.JPG
José Benedito de Almeida (à dir.), vice-presidente institucional da Fenarroz, e amigos.

Fenarroz01-8.JPG
Mateus Hickann, Servidor da Justiça, e a namorada Liana.


Fotos: Andrewes Pozeczek Koltermann

Ligações externas