Educação - Especial: Vestibular de Inverno

De Doisac
Ir para navegação Ir para pesquisar
Erro ao criar miniatura: arquivo não encontrado

Educação

  • Data de Publicação: 26 de junho de 2009



Educação

  • Conhecimento é tudo
  • Especial vestibular de inverno: Confira as dicas para manter a calma e garantir o nome no listão.
  • Tradição e inovação caracterizam qualidade de ensino
  • A viagem é pelo mundo e o passaporte a vontade de crescer


De mala e cuia para a Universidade

Editorial

Quem nunca ouviu a expressão “estudar vale a pena”? Na verdade, e através dos tempos, sempre valeu a pena estudar. O fato é que, nos dias de hoje, com a globalização das economias, o fluxo de informações com velocidade alucinante e o crescente intercâmbio de culturas, nunca a educação foi tão necessária. Por isso, o Caderno Educação dá uma forcinha. Especialmente para aqueles que estão de olho nos vestibulares de inverno. A idéia é prover você, leitor com sede de conhecimento, de informações que oportunizem acesso aos requisitos fundamentais na escola, na academia e, é claro, no mercado de trabalho. Você não perde por ler!


Direto do túnel do tempo

Talvez os candidatos a uma vaga na faculdade ou mesmo os privilegiados que já ocupam a sonhada cadeira que representa a chance de uma vida melhor não saibam. Mas o caminho percorrido até a fundação da primeira universidade no Brasil foi longo. O País teve que esperar o final do século XIX para ver surgir as primeiras instituições culturais deste nível. Isso porque Portugal tinha dois objetivos primordiais: fiscalização e defesa. As únicas iniciativas relacionadas à educação nesse tempo partiam dos jesuítas e eram dirigidas apenas às elites. Não foi fácil! Somente com a chegada da família real ao Brasil, em 1808, é que foram fundadas as primeiras escolas de ensino superior. Entre elas, a Escola de Cirurgia em Salvador e, a de Anatomia e Cirurgia no Rio de Janeiro.


Vencendo pelo talento

Dificuldades à parte, hoje em dia a situação é outra. E quer saber do que mais? O Rio Grande do Sul é um dos estados com a melhor qualidade de ensino do País. De acordo com avaliação feita em 2008 pelo Ministério da Educação (MEC), três das universidades situadas no Estado estão entre as 20 melhores do Brasil. A qualidade não se restringe à capital e a região central ganha força: ponto para o coração do Rio Grande! Santa Maria, por exemplo, é hoje considerada um pólo educacional e a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) é a instituição que arrecada mais estudantes no centro do Estado. Ela foi fundada em 1960, sendo a primeira Universidade Federal do interior do País. Até então, quem sonhava com o ensino superior e gratuito tinha que deslocar-se para a capital. Hoje o município conta com sete instituições de ensino superior, além de qualificadas organizações que disponibilizam graduação e pós-graduação à distância.

DiretodotuneldotempofotoumpaginadoisFoto UFSM.jpg

Se Santa Maria é um pólo educacional hoje, deve muito à UFSM. Foi a instituição que abriu caminho para que outras se instalassem por aqui.

Créditos: Divulgação


Você Sabia?

  • Que Cachoeira do Sul é outra cidade que merece destaque no quesito ensino superior? A cidade, além de possuir um dos campis da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA), é um dos pólos da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS) e da Universidade Aberta do Brasil (UAB).
  • Que a Quarta Colônia também cresce no quesito educação? A Unidade de Ensino Superior em Silveira Martins (UDESSM), assinada no dia 1° de dezembro de 2008 pelo reitor Clóvis Lima, veio para “contribuir com o desenvolvimento de alternativas econômicas a partir das formas tradicionais de produção, desencadeando um crescimento socialmente justo e sustentável para a região”, nos contou o Pró-Reitor de Graduação da UFSM, Jorge Cunha.
  • Que outro sinal de progresso na Quarta Colônia é a Faculdade Antonio Meneghetti? A instituição leva esse nome em homenagem a um italiano, fundador da Ontopsicologia moderna, que tem inúmeros seguidores. Com sede no Recanto Maestro, em São João do Polêsine, a faculdade iniciou suas atividades em 2008. Um dos seus diferenciais é o convênio com empresas que absorvem a mão-de-obra disponível, e garantem ao acadêmico a verificação na prática dos conteúdos estudados.


Guia do Estudante

O bicho papão se aproxima

Ao que tudo indica, não passar para a universidade é, sem sombra de dúvida, o maior temor do vestibulando. E o famoso bicho papão é tão cruel que traz outros fantasmas com ele. Insegurança, excesso de cobrança da família e por aí vai. O fato é que o vestibular marca uma das etapas mais importantes na vida de qualquer estudante. Representa mudanças e, por isso, gera uma série de conflitos: tensão, ansiedade e estresse são sentimentos comuns. “Eu me sentia muito mal horas antes das provas e esse mal estar físico me deixava nervosa, pois não sabia se conseguiria colocar no papel o que eu estudei”, nos contou Aline Souza, hoje estudante de Comunicação Social. Segundo especialistas, todos esses sintomas são mais comuns do que se imagina. Nessa fase, a preocupação com a concorrência no mercado de trabalho, a disputa acirrada pelas vagas, entre outros fatores tiram o sono dos vestibulandos. Para alguns o frio na barriga é só no verão, quandoocorrem a maioria das seleções. Para outros candidatos, no entanto, é chegada a hora de trabalhar contra o bicho papão. Confira os conselhos:


ObichopapaoseaproximafotoumFoto dicas.jpg


Dicas para espantar o medo do vestibular

  • Tentar não se preocupar demais com a aprovação de primeira
  • Não se comparar com os outros
  • Reservar momentos para o lazer
  • Praticar esportes


NaobastapaenasestudarfotodoispaginatresFoto estudo.jpg

Não basta somente estudar. A calma é uma grande aliada na hora da prova.

Créditos: Divulgação


Não perca

Se você está preparado, não dá para perder as inscrições.

  • UNIFRA – As inscrições encerram hoje!

Todo o procedimento de inscrição deve ser feito pelo site www.unifra.br/vestibular, onde também estão disponíveis o Manual do Candidato e demais informações sobre o processo seletivo. A relação dos inscritos, com o local onde cada candidato deve realizar as provas, estará no site a partir do dia 30 de junho. As provas acontecem nos dias 7 e 8 de julho, com início às 8h30min. O vestibular de inverno oferece 720 vagas, sendo 40 em cada um dos cursos a seguir relacionados: Administração de Empresas, Ciências Contábeis, Comunicação Social - Jornalismo, Comunicação Social - Publicidade e Propaganda, Direito (diurno), Direito (noturno), Enfermagem, Engenharia de Materiais, Farmácia, Fisioterapia, História, Letras Habilitação em Língua Portuguesa e Literaturas, Matemática, Nutrição, Odontologia, Pedagogia, Psicologia e Sistemas de Informação.

  • Fames – As inscrições encerram hoje!

As inscrições para o vestibular de inverno 2009 da Faculdade Metodista de Santa Maria (Fames) estão abertas somente até às 16h. A prova acontece no dia 28 de junho, das 13h às 17h, na sede da instituição (Dr. Turi, 2003). Para se inscrever o(a) candidato(a) deve acessar a página www.metodistadosul.edu.br/vestibular. Quem não tem acesso à internet, pode se dirigir ao setor de vestibular da Fames para realizar a inscrição. Neste processo seletivo são ofertados quatro cursos de graduação: Administração (noite), Educação Física (manhã), Letras Português/espanhol (noite) e Sistemas de Informação (noite). Mais informações pelo telefone (55) 3028 7003.

  • Fadisma – Inscrições até 03 de julho

O vestibular de inverno da Faculdade de Direito de Santa Maria (Fadisma) está com as inscrições abertas até o dia 3 de julho, às 22h. A prova será realizada no dia 5 de julho, às 8h, na sede da Fadisma (Duque de Caxias, 2319, bairro Medianeira). As inscrições podem ser realizadas ou pela internet, no site www.fadisma.com.br, ou na sede da Faculdade. O horário de atendimento é das 8h às 12h e das 14h às 22h. A Fadisma oferece 50 vagas para o curso diurno matutino e 50 vagas para o curso noturno. O telefone para contato da instituição é (55) 3220 2500.

  • URI – Inscrições até 07 de julho

A prova é única e será realizada no dia 12 de julho das 8h às 11h30min, no Campus Santiago. A seleção abre 30 vagas para Letras, além de vagas remanescentes em Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Direito (diurno), História, Letras (inglês), Matemática, Pedagogia e Psicologia. As inscrições devem ser feitas pelo site http://www.urisantiago.br/vestibular/inverno2009/ ou, na sede da URI Santiago, que fica na Avenida Batista Bonoto Sobrinho, s/n. Os contatos são (55) 3251 3151 e (55) 3251 3157.


Mercado, olha eu aqui

O perfil que a empresa quer é o que você deve ter

Diante de processos seletivos e inúmeras entrevistas, profissionais e recém-formados fazem a mesma pergunta: o que o mercado de trabalho quer? Conhecer os aspectos considerados pelas empresas na hora da contratação é um trunfo para o candidato que deseja estar bem colocado e garantir uma boa remuneração. Hoje, a busca é por posturas versáteis, pessoas capazes de se adaptar e com conhecimento da organização como um todo. Não há mais espaço apenas para especialistas. A formação acadêmica é básica, contudo, outras habilidades também merecem ser observadas.

Operfildeempresafotoumpagina4Figura mercado.jpg

Que cara quer o mercado? Eis a questão.

Créditos: Divulgação/Stock


É importante

  • Estar sempre atualizado: É fundamental estar por dentro das novidades na sua área de atuação. Esta dica vale tanto para os profissionais que já estão inseridos no mercado como para os que estão à procura de uma vaga. Para manter-se por dentro das tendências, é necessária a atualização constante, seja através de especializações, MBA, mestrado ou doutorado. Cursos de informática e atualizações mais simples também valorizam o profissional – conhecer um bom editor de texto, saber usar uma planilha eletrônica e dominar as ferramentas da internet são premissas básicas.


  • Ter influência em outros idiomas: Isso pode ser determinante na hora da escolha do candidato à vaga. Um segundo idioma é decisivo e, dependendo da seleção, até um terceiro. A diretora do Centro Cultural Challenger Brasil em Santa Maria, Adriana Arruda, argumenta: “o domínio de um segundo idioma deixou de ser um diferencial e passou a ser um pré-requisito para quem deseja crescimento profissional”. A MBA em Gestão conta que o Challenger, além de oferecer um ensino rápido e eficiente, está sempre criando novos cursos para atender as necessidades do mercado. Aulas vip, curso de business, preparatório para mestrado, entre outras ferramentas diferenciadas, auxiliam o aluno a alcançar o perfil profissional desejado. Outro aspecto importante dos cursos da instituição são as aulas diárias que aceleram a aprendizagem e permitem ao aluno concluir o curso em um menor tempo. As línguas ofertadas são inglês e espanhol. Outro diferencial é o Master English Business Challenger (MEBC). O curso é direcionado a pessoas que já têm um nível intermediário de inglês, e querem conhecer melhor a linguagem e as habilidades utilizadas no mundo dos negócios. Passando por nove módulos independentes, é possível concluir o curso em apenas nove meses e com aulas somente aos finais de semanas. Um dos pontos fortes é o corpo docente. Os professores possuem experiência no ensino do idioma e na área dos módulos que ministram aula, como marketing, recursos humanos e empreendedorismo, entre outras.
Fotochallengerpagina4Foto challenger.jpg

Aulas extras com enfoque em situações de viagem e também aulas vip onde o tema a ser abordado é definido pelo aluno são diferenciais da instituição.

Créditos: Arquivo Challenger


  • Ter habilidade na comunicação e ser capaz de trabalhar em equipe: O profissional que deseja uma boa colocação deve ser capaz de comunicar-se bem. Tanto para escrever, falar ou apresentar-se em público, o profissional capacitado deve ter um bom domínio das técnicas de redação, um vocabulário variado e um conhecimento em gramática. Mais uma dica: as palavras-chave do profissional que almeja crescer dentro da empresa são “colaboração” e “cooperação”. A competição pode existir, mas em doses saudáveis, sem prejudicar a harmonia no ambiente de trabalho.


Mundo aí vou eu

Morar no exterior: Eu quero!

Muitas pessoas já tiveram o sonho juvenil de partir para “conquistar o mundo”, para ver o que mais há lá fora, com uma mochila nas costas e curiosidade para conhecer diferentes línguas, culturas e lugares. Com o tempo, o desejo adolescente de ser dono de si é geralmente substituído por uma vontade genuína de experimentar uma realidade diferente e, no processo, aprender mais sobre si mesmo. É esse sentimento que leva muitos jovens a procurarem oportunidades de intercâmbio no exterior.

Crescimento

Os programas de estadia fora do Brasil geralmente abrangem cursos de idiomas, empregos em serviços e estágios profissionalizantes. Independente da escolha e do País onde se vai morar, as oportunidades de crescimento são imensas. Cristiano Spiazzi, estudante de Química Industrial na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) que trabalhou durante dez meses em um laboratório de análises de pesticidas em alimentos, na cidade de Amsterdã, na Holanda, considera a experiência essencial para sua formação. “O intercâmbio serviu muito para meu crescimento profissional. Pudemos trabalhar com equipamentos de alta tecnologia, que poucos laboratórios brasileiros possuem, e com pessoas que conhecem muito sobre o assunto”, destacou.

MorarnoexterioreuqueroFoto Amsterdam.JPG

Dez meses de crescimento profissional representaram a escolha de Cristiano.

Créditos: Arquivo pessoal


Vivência

Natália Flores, acadêmica de Jornalismo na UFSM, também avalia que a vivência de outra realidade cultural somou pontos no seu currículo. No ano passado, a estudante foi selecionada pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, junto com outros 19 acadêmicos de Ciências Políticas, Jornalismo e Relações Internacionais de todo País, para acompanhar o processo eleitoral norte-americano durante duas semanas. “Foi uma experiência única, tanto pelo modo que fui selecionada (que ninguém esperava que fosse acontecer, já que foram mais de 700 inscritos na seleção), quanto pela importância do evento, afinal, era uma eleição histórica nos Estados Unidos e eu teria a chance de acompanhar tudo de perto”, disse ela.

Erro ao criar miniatura: arquivo não encontrado

Única foi a palavra que Natália encontrou para definir sua estada nos EUA.

Créditos: Arquivo pessoal


Fique ligado

A AIESEC Santa Maria está realizando processo seletivo para dois programas de intercâmbio neste mês: o Lugar Certo Na Hora Certa, destinado aos cursos de Administração, Economia, Contabilidade e Comunicação, e o Tecnologia Global, para estudantes de Ciência da Computação e Sistemas de Informação. Os programas são oferecidos para alunos de ensino superior, pós-graduandos, mestrandos e formados há até dois anos. Para mais informações, acesse o site www.aiesec.org.br/website/escritorios/santamaria/home.


Profissão: Músico

E se for essa a sua praia?

Emoção não é a única exigência para quem escolhe a música como profissão. Dedicação também é fundamental, e quem quer seguir essa carreira precisa estudar. Estudar muito diga-se de passagem. Felizmente a nossa região tem possibilidades promissoras para os apaixonados pela área. De acordo com a assessoria de comunicação da Musiartes, centro de educação musical localizado em Santa Maria, a escola oferece aulas para preparar o aluno para os testes de aptidão para ingresso nas faculdades de Música. Outro destaque que pode deixar a moçada confiante na hora da escolha é a parceria que a instituição tem com a Faculdade Souza Lima & Berklee, de São Paulo. Isso sem contar as apresentações e audições para bolsas de estudo na faculdade que representam uma porta aberta na batalha pelo crescimento acadêmico e profissional. Violão, teclado, bateria, percussão, guitarra, baixo, cavaquinho, teoria musical, técnica vocal e até musicalização Infantil são os cursos ofertados. Fica a dica!


Eseforessasuapraia1Foto musiartes.jpg

Os chamados Improviso, Musishow e os workshops são projetos de destaque. Mas os holofotes apontam para as Apresentações Internas, onde os alunos têm a oportunidade de mostrar um pouco daquilo que estão aprendendo em sala de aula, para outros colegas, ou mesmo pais e amigos.

Créditos: Arquivo Musiartes


Oportunidade & Estabilidade

Concursos atraem cada vez mais candidatos

As incertezas do mercado de trabalho e a competitividade que assusta muitos profissionais são algumas dos estímulos para a opção pela carreira pública. A palavra-chave aqui é estabilidade, que atrai milhares de pessoas para os funis dos concursos. Mas afinal, quais são as reais vantagens de uma carreira pública diante dos desafios da esfera privada? Cada esfera possui sua particularidade, todavia, algumas vantagens fazem com que o emprego público torne-se o objetivo de muitos.

A estabilidade é a mais atraente das garantias de uma carreira pública. Diferentemente de um funcionário privado, o servidor efetivo ganha posição estável em seu posto após três anos de exercício. Esta tranquilidade pode ser abalada apenas em casos de faltas graves, sem antes ser aberto um processo administrativo. Outro ponto positivo da carreira pública é a remuneração que, comparada com a iniciativa privada, é muitas vezes mais vantajosa. Os salários iniciais e os programas de plano de carreira são atraentes, estimulando o crescimento e a ascensão do funcionário.

Os servidores públicos também possuem a vantagem de gozar de direitos que nem sempre são encontrados na esfera privada. O regime jurídico que regula o serviço público é diferenciado, garantindo ao funcionário indenizações e qualquer tipo de ressarcimento, assim como adicionais por tempo de serviço e gratificações. Vantagens como estas garantem a procura, cada vez mais elevada, pela entrada no serviço público. Mas fique atento! A cada ano, o número de candidatos aumenta – em 2007, o número de inscritos chegou a oito milhões, para concursos nas três esferas. Diante de tanta concorrência, dedicação e muito esforço são fundamentais para aqueles que almejam seguir uma carreira pública.

Fconcursosatraemcadavezmaiscandidatosoto concurso.JPG

A cada ano, o número de candidatos aumenta

Créditos: Divulgação


Saiba Mais

A internet pode ser uma ferramenta útil na busca por boas oportunidades em concursos públicos. Navegue:

  • www.acheiconcursos.com.br
  • www.concursospublicosonline.com
  • jcconcursos.uol.com.br
  • www.folhadirigida.com.br
  • www.exercito.gov.br


Vencendo a timidez

Comunique-se melhor

Na hora da apresentação do trabalho, na escola ou faculdade, vem aquele nervoso, um suor frio e aquela incômoda sensação de “branco” que deixam qualquer um desconfortável. Quem já não passou por isso? Situações onde o medo de falar atrapalha e dificulta a comunicação. Todos saber que uma boa expressão oral dá destaque e nos coloca em evidência no trabalho e na vida pessoal. Além do conhecimento, qualquer estudante ou profissional necessita ser capaz de expressar-se bem e transmitir informações, sabendo contornar determinadas situações onde a voz falha e o nervosismo toma conta. “O medo de falar e a falta de preparo faz com que profissionais com excelente formação limitem a exposição de seu conhecimento”, afirma Carla Viegas, fonoaudióloga clínica, especialista em Voz e mestre em Distúrbios da Comunicação Humana. A orientação de um profissional neste momento é fundamental, auxiliando o paciente a vencer o medo de falar e a timidez para apresentações em público. Exercícios envolvendo controle respiratório, postura vocal, articulação, desinibição e controle do medo trazem melhoras na expressão oral já em curto prazo. “A fala é um ato motor como qualquer outro – dirigir, andar, dançar – sendo passível de treinamento e automatização pelo sistema nervoso”, lembra Carla. O Centro de Comunicação e Voz oferece cursos direcionados para estudantes, profissionais que se utilizam da voz como ferramenta de trabalho e demais interessados em melhorar sua comunicação. Professores e cantores contam com orientações para prevenir lesões na laringe e técnicas de melhor uso da voz no curso “Saúde e Técnica Vocal”. Para públicos especializados, há o curso “Oratória para a Área Jurídica”, voltado para advogados e demais profissionais do Direito, assim como o curso “Comunicação em Vendas”, direcionado para profissionais do comércio. Também há o curso “Expressividade e Oratória”, voltado para aqueles que buscam melhorar seu desempenho em apresentações de trabalhos e entrevistas, vencendo o medo de falar e a timidez.


ComuniquesemelhorfotoumpaginaseteFoto carla.curso.JPG

Curso de oratória ministrado para empresários participantes do curso "A Lei do Triunfo" promovido pela CACISM.

Créditos: Arquivo pessoal


Fique Atento!

O curso “Comunicação em Vendas” será oferecido nos dias 7 e 8 de julho. Já os cursos de “Expressividade e Oratória”, “Saúde e Técnica Vocal” e “Oratória para Área Jurídica” estão programados a partir do mês de agosto. Os cursos são para profissionais, estudantes e todos que querem melhorar a comunicação e a voz.


Preparo e vocação

Calma e orientação são uma boa pedida

Já deu para perceber que o mercado de trabalho está cada vez mais exigente e que as pressões para definir o futuro profissional surgem já na juventude. A maioria dos jovens começa a estudar cedo para os processos seletivos das universidades. Segundo dados da Coperves, no ano passado, só a UFSM teve 34.596 candidatos fazendo as provas do Programa de Ingresso ao Ensino Superior (PEIES), vestibular seriado que contempla os três anos do ensino médio.

Além da jornada de estudos, os alunos enfrentam a ansiedade e a preocupação, que ficam ainda maiores quando chega a hora de escolher o futuro profissional. Não é para menos: quando terminam a escola, normalmente entre os 16 e os 18 anos, eles encaram a expectativa da família, dos amigos e dos professores. Nesse momento, é importante ter calma para avaliar as profissões disponíveis, e tempo para reconhecer gostos e interesses. Também é importante que os pais e a instituição de ensino que o adolescente frequenta dêem apoio e orientação. O Colégio Marista Roque, em Cachoeira do Sul, prima pela formação profissional de seus alunos e oferece programas focados na preparação deles para o mercado de trabalho. A Coordenação Pedagógica e o Serviço de Orientação Educacional (SOE), em especial, coordenam atividades direcionadas para a qualificação dos estudantes, como o projeto Rumo ao Enem 2009, cujo objetivo é incentivar e valorizar a participação dos estudantes e professores das escolas maristas no exame, e o Educação Para o Pensar, que trabalha a filosofia, disciplina incluída recentemente nos processos seletivos universitários, com alunos de séries da Educação Infantil ao Ensino Médio. O SOE também organiza viagens orientadas a centros universitários com os alunos do último ano do Colégio, além de promover atividades em que os estudantes são convidados a refletir sobre as opções no mercado de trabalho e o quê os influencia na hora de escolher a profissão.


Erro ao criar miniatura: arquivo não encontrado

Viagens e projetos ajudam os alunos do Colégio Roque na escolha profissional.

Créditos: Arquivo Colégio Roque


Qualidade

Ensino avançado em Odontologia é destaque

Buscando desenvolver a pesquisa e o ensino multidisciplinar avançado em áreas que compreendem a saúde humana, a Sobresp foi a primeira instituição de ensino a oferecer cursos de especialização em odontologia no centro do Estado. A tradição no ensino é acompanhada pela qualidade na infra-estrutura, já que, além de salas de aulas e laboratórios, os alunos encontram 25 consultórios individuais. “Na Sobresp-Unicsul, além das aulas teóricas serem didáticas, o aluno tem a oportunidade de trabalhar em um laboratório moderno”, afirma Luiz Carlos Vieira, aluno da XII Turma de Ortodontia.

Atuando desde 2001, a Sobresp conta com mais de 30 profissionais especializados no corpo docente, que trazem qualidade ao ensino. “Escolhi a Sobresp-Unicsul pela excelente infra-estrutura e a qualidade do corpo docente, que é comprovada durante as aulas”, lembra Andrea Brandi, aluna da X Turma de Ortodontia.

Hoje a Sobresp oferece vários cursos de especialização e aperfeiçoamento para cirurgiões-dentistas. O curso mais antigo da instituição é a Ortodontia, que já tem mais de dez turmas formadas e oito estão em andamento. Para o 2º semestre deste ano, a Sobresp irá oferecer novos cursos. As inscrições para a 1º Turma de Especialização em Periodontia já estão abertas, e as aulas iniciam em agosto. Outro novo curso é a Especialização em Ortodontia com Ênfase na Técnica Lingual, inédito no Brasil. “Além da ortodontia básica vista nos cursos de especialização, esse novo curso traz a formação na técnica lingual. É uma oportunidade do cirurgião-dentista entrar no mercado de trabalho com um diferencial”, finaliza Áureo Loreto, coordenador do curso.

OdontologiaehdestaqueFoto sobresp.JPG


Créditos: Assessoria de Comunicação