SEARCH
TOOLBOX
modified on 17 de novembro de 2010 at 10h37min ••• 1 988 views

Saúde - Da qualidade de Saúde às últimas tendências

De Wiki.dois

Capa.JPG

Saúde - Da qualidade de vida às últimas tendências

  • Data de Publicação: 26 de Julho de 2008



Tabela de conteúdo

Saúde é tudo: Da qualidade de vida às últimas tendências

Começa hoje a série Saúde. Mensalmente, você vai ficar por dentro do que há de mais importante no mundo da medicina, da estética, da nutrição, da atividade física e bem-estar, entre outras especialidades que garantem a qualidade de vida de crianças, adolescentes, adultos e idosos.


Saúde & Qualidade de Vida

Bem-estar para os pequenos e para os grandinhos


Saúde tem haver com bem-estar e bem estar com qualidade de vida. E, essa não é só um direito, mas um dever de todas as pessoas e idades. Prova disso é a medicina que, aliada as suas especialidades, vem revelando que é preciso se ter prazer em viver. Tomar um banho relaxante, saborear um tempero diferente, sentir aquele aroma que traz doces lembranças, dançar, ouvir o barulho da chuva ou simplesmente fazer aquilo que mais se gosta também significa busca pela saúde e, conseqüentemente, por uma vida longa e feliz. Mas sem orientação e prevenção não dá.


PEDIATRIA – Compartilhando do posicionamento de que a saúde está intimamente relacionada à qualidade de vida, o médico pediatra Wilson Juchen traz, na sua experiência, a comprovação de que isto implica no entendimento de que a saúde não é nem uma conquista e, nem uma responsabilidade exclusiva do setor de saúde. Ela é o resultado de um conjunto de fatores. E, é justamente com essa visão do todo que a Clínica de Crianças e Adolescentes Miguel Meirelles é um exemplo. Há 42 anos atuando em Santa Maria, a clínica conta com 20 profissionais em diversas especialidades e consolidou-se no segmento dada a qualidade e abrangência de seus serviços. Juchen, um dos médicos fundadores, relata que talvez o pediatra seja o último clínico geral da atualidade. “O pediatra cuida de tudo e, atento à cada aspecto da saúde do paciente, seja ele criança ou adolescente, deve ter a capacidade de percepção aguçada”, enfatiza. A idéia, segundo o médico e o perfil da clínica, é que se incuta, desde cedo, a consciência de uma educação voltada para a saúde. “Temos a vantagem e a particularidade de um banco de dados único que faz com que as especialidades se articulem em favor de um objetivo também único: o crescimento saudável em todos os aspectos da saúde física à emocional”, finaliza ele.


Foto2.pag.2.jpg

O pediatra Wilson Juchem valoriza a visão do todo na medicina infantil.

Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann


PREVENÇÃO – Se saúde tem haver com bem-estar, bem-estar e qualidade de vida também têm haver com prevenção. A informação é de Hilda Maria Juchem, administradora da Clínica de Vacinas Multivacin. Ela revela que a prevenção é uma medida necessária em todas as faixas etárias. Segundo administradora, a antiga afirmação de que é melhor prevenir para não remediar é uma máxima verdadeira. “Evitar de contrair doenças que facilmente seriam contraídas sem a prevenção adequada é uma atitude inteligente e em favor da vida”, ressalta. A prevenção de doenças desempenha, de fato, um papel fundamental na obtenção de uma saúde perfeita. Afinal, alguns distúrbios comuns e mesmo inofensivos, característicos da infância, por exemplo, quando mal-curados, podem provocar danos irreversíveis. As vacinas disponibilizadas pela clínica comportam as disponibilizadas pelo serviço público e também aquelas que o setor não contempla. A enfermeira responsável técnica, Diuli Oliveira Pinto, diz que o rigoroso controle de qualidade vem beneficiando, há 13 anos, crianças e adultos e que o objetivo final é a saúde da família.


Foto1.pag.2.jpg

A prevenção é uma prova de amor à vida.

Créditos: Andrewes Pozeczek Koltermann


Mente sã em corpo são

Invista em você


Um antigo ditado greco-latino já nos dizia: “mente sã em corpo são”. Isso exprime uma verdade e, atualmente, uma recomendação médica. Contudo, um inimigo anda à solta: o estresse. Entrar no escritório, trabalhar e, ao fim do dia ir para casa e viver uma vida plena e feliz é possível apenas, segundo especialistas, para o super-homem. O fato é que a modernização e a tecnologia da informação permitiram uma série de vantagens a homens e mulheres de negócios e, inclusive aos estudantes. Mas também fez com que, de certa forma, os celulares e notbooks os acompanhassem o tempo todo. Desligar-se da correria, portanto, parece hoje uma missão impossível. Mas os médicos afirmam: necessária.

Muitas pessoas têm o dia e a noite para trabalhar e não conseguem sequer uma brecha para ir ao dentista ou para buscar outras alternativas em tratamentos complementares para as patologias que mal têm tempo de cuidar. No entanto, todo mundo já ouviu dizer que a saúde começa pela boca, da mesma forma que já escutou ao menos uma vez o conselho “você precisa se cuidar”. O dentista Rafael Kowalski, proprietário da Kowalski Odontologia, revela que a saúde bucal representa uma porção indivisível da saúde geral. “Ter saúde bucal não significa apenas possuir dentes perfeitos, mas indivíduos saudáveis com bocas saudáveis”, diz ele. O dentista ressalta que o sorriso é um cartão de visitas. A boca, segundo ele, é a porta de entrada de quase todas as doenças que acometem o ser humano. São inúmeros os males capazes de afetar o sorriso de uma pessoa, especialmente se houver desleixo, falta de higiene e de cuidados especiais. Outro ponto que as pessoas não devem esquecer ao cuidar de sua saúde é a energia. Há relatos acerca da terapia por acumpuntura de que o nosso corpo possui um fluxo de energia que, ao ser interrompido, interfere no equilíbrio do corpo. Com a perda do equilíbrio, conseqüentemente, surge a doença ou a piora da mesma. Locenir Colozini, proprietária da clínica Locenir Acumpuntura, também em Santa Maria, detalha a importância do assunto. Ela conta que a acumpuntura é um antigo tratamento curativo e preventivo. Segundo ela “a terapia é alternativa, com origem na medicina oriental”. Além de tratar e prevenir uma série de doenças, a técnica é especialmente importante quando utilizada integrada à medicina ocidental, realizada paralelamente ao tratamento convencional. Com isso, a mensagem de Kowalski e Locenir convergem em um único ponto: Previnir e atentar para a qualidade de vida de modo a contemplar a saúde física e mental, lançando mão de todos os recursos que a saúde e o bem-estar merecem, é investir em si mesmo.


Fotopag.3.jpg

Procure descansar mais. Invista em você para viver bem e feliz. Consulte o dentista com regularidade e atentar para todo e qualquer sintoma diferente que comprometa o seu bem-estar.

Créditos: Divulgação


Genética

Medicina avança no combate de doenças gênicas e da dor

Há mais de 50 anos da descoberta da estrutura do DNA por James Watson e Francis Crick, uma avalanche de conhecimento foi produzida, em ritmo cada vez mais acelerado. Atualmente, a relevância do papel da genética na medicina é indiscutível. Muitas pesquisas na área já foram feitas e muitas ainda estão por vir. Não é de hoje, inclusive, que recebemos a informação de que talvez, senão certamente, venha daí, a solução para diversas patologias. A médica geneticista, Ana Cristina Bittelbrunn, formada pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e especialista pela Sociedade Brasileira de Genética Médica, explica o assunto.

Ana, também diretora do Centro de Genética e Biologia Molecular Hereditare, conta que o médico geneticista é aquele que aplica os princípios da genética humana e os correlaciona com a prática médica e o bem estar do paciente. Contudo, neste contexto, um misto de fascínio e receio ainda permeia a imaginação das pessoas quando elas ouvem falar das conquistas que a genética tem feito tão rapidamente. Ninguém esqueceu o nascimento da ovelha Dolly, em 1996, e nem o temor dos assuntos relacionados à criação de clones humanos, por exemplo. Mas o importante, agora, é perceber os avanços e os benefícios. Há alguns anos, era impossível diagnosticar doenças gênicas. Agora, se pode ter a confirmação de doenças que antes podiam apenas representar suspeitas e, até mesmo descobrir se o paciente tem predisposição genética para determinada doença. “Um bom exemplo disto é o papel da genética na avaliação e tratamento de pacientes com câncer. Hoje já existem testes que avaliam o risco de um indivíduo vir a desenvolver câncer, bem como existem medidas a serem aplicadas após a identificação de algum indivíduo em risco, no sentido de prevenir ou minimizar as chances de desenvolvimento da doença”, ressalta Ana. Apesar do Estado ter um significativo número de médicos na área, no país, de acordo com a médica, ainda temos um longo caminho a percorrer.


Foto DNA.jpg

Os avanços da genética médica surpreendem.

Créditos: Divulgação


SEM DOR - Da mesma forma, Márcia Kuboki, médica anestesiologista, acredita que também será longo o caminho a percorrer na sua área. Márcia é uma das sócias da Sedare, uma clínica voltada para a anestesia e terapia da dor. A dor continua sendo uma das grandes preocupações da humanidade. Desde os primórdios do ser humano, conforme sugerem alguns registros da pré-história, o homem sempre procurou esclarecer as razões que justificassem a ocorrência de dor e os procedimentos destinados ao seu controle. Márcia revela que com a rotina pesada da atualidade é essencial atentar para as dores sem deixar passar muito tempo. É preciso buscar as causas, o diagnóstico, o tratamento e a prevenção da dor. Para ela, a medicina avança, “mas a consciência do paciente é fator fundamental para que se evite os problemas de uma doença crônica no futuro”.